Justiça deve dar continuidade ao julgamento contra Igreja Católica nesta terça-feira

A Justiça da Paraíba deve dar continuidade nesta terça-feira (29), ao julgamento referente a crimes de pedofilia contra a Igreja Católica. A ação foi movida pelo Ministério Público e foi paralisada na última terça-feira (22), após o juiz Aluízio Bezerra pedir vistas do processo.

O processo é por danos morais coletivos, e analisa a denúncia contra o padre Adriano José da Silva, já falecido, na cidade de Jacaraú, no Litoral Norte da Paraíba. Ele é acusado de abusar sexualmente de aproximadamente 20 jovens.

A Procuradoria da Justiça acredita que o líder religioso pode ter se apoiado no posto de muito respeito na cidade para cometer os abusos.

O caso foi denunciado pela primeira vez em 2013, quando um dos adolescentes declarou aliciado pelo padre foi apreendido após supostamente ter cometido um arrombamento.Na época o padre pediu afastamento da igreja. Além dele, outros três líderes foram afastados por suspeita de envolvimento no crime.

Até o momento dois magistrados já votaram a favor da condenação com multa de R$ 300 mil. Para que haja condenação, são necessários pelo menos três votos.

O desembargador e relator José Ricardo Porto acompanhou o parecer da Procuradoria de Justiça. Além dele, o também desembargador Leandro dos Santos foi favorável. Sendo assim, o terceiro e último voto deve ser do juiz Aluízio Bezerra, que pediu vista.

Fonte: ClickPB

Deixe uma resposta