Aeronáutica renova até junho interdição do Aeroclube de JP e fechamento já dura um ano e três meses

A Aeronáutica renovou mais uma vez a interdição do Aeroclube de João Pessoa (SNJO), na Paraíba, localizado no bairro do Bessa, na Capital. O aeródromo continua interditado até o dia 7 de junho deste ano, segundo o novo comunicado.

De acordo com a informação NOTAM do Serviço de Informação Aeronáutica da Força Aérea Brasileira (www.aisweb.aer.mil.br), o aeródromo continuará fechado para a movimentação de aeronaves devido à presença de obstáculos violando a zona de proteção do local: “AD CLSD DEVIDO PRESENCA DE OBST VIOLANDO A ZONA DE PROTECAO DO AD”.

A Aeronáutica interditou o Aeroclube desde 05/01/18, desde então as interdições vêm sendo renovadas.

Devido às sucessivas interdições por violação do cone de voo, os moradores do bairro do Bessa pretendem voltar a se mobilizar e provocar a Prefeitura de João Pessoa para que no local seja construído o Parque Parahyba.

“Solicitaremos ao procurador-geral do Município de João Pessoa que, diante do processo de nulidade de desapropriação do Aeroclube em desfavor do Município, novos elementos poderão reverter a decisão do STJ. O Aeroclube já deveria ter tido cassada a outorga de autorização da ANAC”, opinou o presidente da Associação de Moradores do bairro do Bessa, Dema Macedo.

Para ele, a legislação precisa ser observada, assim como a “regulamentação técnica aplicável aos aeródromos civis públicos, especialmente a emanada pela ANAC e pelo Comando da Aeronáutica-COMAER”.

Fonte: ClickPB

Deixe uma resposta